FINADOS… Uma reflexão sistêmica

***********

Finados significa lembrar de todos que já foram, com amor. Significa incluí-los em nossa vida de uma forma mais especial, e isso cada um descobre o seu jeitinho de integrar.

 

Uns preferem nem falar nisso, como forma de evitar uma dor; e outros preferem lembrar, também como forma de aliviar a mesma dor, que de uma forma ou de outra existiu/existe. E se existiu é porque também existiu e ainda existe o Amor.. mesmo camuflada na saudade, ou na raiva ou em qualquer outra coisa..

O importante é perceber, integrar e liberar.

Acolher / ser acolhido e despedir..

O importante é viver enquanto estamos aqui, da melhor forma que pudermos, também em homenagem à todos que já foram; sabendo que no tempo certo todos vamos reencontrar.

 

O importante é “olhar nos olhos”, mesmo que seja daquela imagem interior que temos da pessoa em nós; porque tudo está conectado, tudo está integrado, não tem como separar o que existe ou o que já existiu.

 

Por isso eu incluí e não me arrependi. Porque posso sentir. E a sensação é mais real do que a própria “realidade” tão irreal. A sensação/o sentimento/a conexão é real e é pra sempre. É reconfortante, cheia de alegria e paz..

 

Percebi isso porque voltei para dentro e encontrei. Porque dentro temos TudO e temos TodoS!! E buscando o outro em mim, acabei me re-encontrando.

Adriana Silvestre

“Quem olha pra fora, sonha. Quem olha pra dentro, acorda”   Carl Gustav Jung

Escrito em Outubro / 2013

*Foto retirada da internet:  “Monumento à criança não nascida”, na cidade de Bardejovski Novej Ves, na Eslováquia. Em 3 de novembro de 2011, na festa de Todos os Santos.